Schimidt ou Schmitt? É Schimitt

Shmidt ou  Schmitt?

Não descobri ainda qual é o jeito certo de escrever o nome deste Distrito do Município de São José do Rio Preto, e nisto não estou sozinha – uma busca no site oficial da prefeitura retorna também dois modos de grafar: Schmidt e Schmitt!

Prefiro escrever Distrito de Engenheiro Schmidt, tal como escreve o IBGE, o Diário da Região… e isto nem vem ao caso.

O que é certo, mesmo, é o cheiro das frutas sendo cozidas quando se chega na vila pela manhã… é delicioso!

Doce de leite puro, com ameixa ou com chocolate, cocada branca ou preta, goiabada, abóbora, cidra, mamão, figo; em calda, em pasta ou recortados do tabuleiro.

Não tem jeito, não há força de vontade – nem dieta – que resista ao sabor e ao perfume dos doces de Schmidt.

Fazer diligência na vila pela manhã é uma das coisas boas de ser fiscal.

Melhor ainda é aproveitar a hora do almoço para comprar [1] doces.

O Distrito de Engenheiro Schmidt tem três grandes docerias:

– a “Doces Noêmia” (1972), perto da linha de trem;

– a “Silvana Doces”, na vicinal que liga a Rodovia Washington Luís (SP-310) à vila;

– e a “Doceria Schmidt” (1975, em frente à Igreja de Santa Apolônia – veja as fotos:

Doceria Schmidt

Doceria Schmidt

Mas Schmidt tem mais graças.

Tem a feirinha de artesanato na praça da Igreja de Santa Apolônia, todo segundo domingo de cada mês (informa a Prefeitura).

Tem a costela marruada do Piau, o Empório Santo Mário e um outro tanto de locais charmosos que o blog Estação Schmitt dá bem a idéia.

Com carinho, um amigo ajuda: “Iris, o nome correto, segundo a Lei Municipal nº 7.132/1998, é Engenheiro Schimitt. Espero ter ajudado.”


[1] Fiscal não pode ganhar e, quando compra, precisa ter testemunha ocular para garantir que comprou (e pagou).

Comentários

comentários