Amar por Moacir Rodrigues Marques

Moacir Rodrigues Marques

Amar

Certa vez, quando falava a um grupo de adolescentes sobre a felicidade, um desses jovens perguntou-me: “Por que algumas pessoas nascem destinadas a serem felizes e outras não? Deus ama alguém mais que outros?”. Se assim fosse, alguns nasceriam com o destino de ser felizes e outros não. O que não acontece. Com certeza o Criador não faria essa distinção. Um sacerdote, que estava presente, tomou a palavra e disse: “Todo ser humano nasce com a predileção da felicidade. Para sermos felizes não depende de Deus, mas de cada um de nós. Precisamos conquistá-la”.

Geralmente, quando não conseguimos, imputamos a culpa ao nosso companheiro ou companheira, ao governo ou aos empregadores e ao colega de trabalho ou de escola. Não reconhecemos a própria culpa. É esta falta de humildade que nos impede de usufruir desse bem gratuito à nossa disposição. Alguém nos deu a “dica” de como conquistar a felicidade. Se eu me preocupar com a felicidade dos outros a minha felicidade acontece naturalmente. Vamos ser felizes?

Moacir Rodrigues Marques é contabilista e advogado, com pós-graduação em Direito Tributário pela USP e em Gestão Empresarial na Faperp. Diretor regional do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de São Paulo (Sescon) de 1996 a 2005; foi um dos fundadores e primeiro presidente da Associação das Empresas de Serviços Contábeis (Assescrip) de 1989 a 1992 e diretor social desde 1996; presidente do Sindicato dos Contabilistas de 1980 a 1987.

Moacir Rodrigues Marques

Comentários

comentários