Mãe Fiscal

 Mãe Fiscal

Acorda todo mundo, checa se está tudo no lugar (pelo amodedeus, cama arrumada, viu?! Não esquece de limpar o quintal, tá?!), atravessa a cidade, disputa uma vaga, prepara o material do dia. On line, informa, despacha e desconecta.

Vistoria, informação. Vistoria, informação. Vistoria, informação. Carona até a escola (looonge, né, filha!). Pausa: fique atenta aos pais. Lê no ipad. Acho que hoje só com redbull, guaraná em pó não dá conta. Vistoria, informação. Novamente on line. Volta, não esqueça da lista: açougue, verduras… ai, tá faltando ração (puxa vida, minha norinha não trabalha mais com ração, bons tempos!).

Do jeito que chega, liga a tv (calor amanhã… nossa, esta terra não tem inverno), põe feijão no fogo, enfia as roupas na máquina, tempera a carne, põe ração, troca a água e aproveita para molhar as plantas.

Comida pronta (já tem prá amanhã), liga o note, lê e-mails, checa as novidades, põe a mesa (come menino, antes de ir prá faculdade, chama seu pai, sua irmã chega tarde hoje). Hidratante no cabelo e nas mãos. Fala com a filha (e minha neta, tá bem?), troca idéia com o genro. Vem ver isto, chama o marido do desk. Passa o antivírus, depois a gente conversa, tô falando com meu irmão e minha irmã quer ajuda num texto da faculdade.

Escuta Boechat, roupa no varal, joga a bola da cachorra, puseram o lixo na rua e as toalhas penduradas. Sofá, massagem nos pés (ai, que bom!). Bonner dá boa-noite e a Padrão continua. Sonolenta, um pouco de sorvete. Termina o livro (hoje tem kkkk) e apaga a luz – minha Nossa Senhora Aparecida, coloca os que amo sob seu manto e os proteja!

Amanhã tem mais do mesmo. Adoro tudo isto!!!

Todo dia é dia de mãe e o dia das mães é prá dizer: ? Fui eu que fiz!

Comentários

comentários