Conecte-se conosco

Humor, motivacional e calendário comemorativo

Fiscalização de Posturas e o Manicômio Fiscal

Publicado

em

Fiscalização de Posturas e o Manicômio Fiscal

Cenário: Gabinete do Procurador da Câmara Municipal do Município de Vaiquemquer. Personagens: Procurador e Vereador recém-empossado.

Sobe o pano.
Vereador – Bom dia, doutor! Eu preparei um projeto de lei e queria mostrar ao senhor.
Procurador – Pois não, vereador. Qual é o tema do projeto?
Vereador – É uma lei que proíbe o uso de piercing nas partes íntimas das pessoas. O senhor não acha isso uma aberração?
Procurador – Meu vereador, eu não acho nada, minha função é apenas analisar os aspectos jurídicos…
Vereador – Eu escrevi aqui (lendo): “Fica proibida a aplicação de piercing nas partes íntimas das pessoas”. Está bom?
Procurador – A lei é só isso?
Vereador – Ah, tem o outro artigo (lendo): “Revogam-se as disposições em contrário”. Está bom?
Procurador – O senhor tem que definir algumas coisas… Por exemplo, o que se entende como partes íntimas?
Vereador – Ora, todo mundo sabe quais são as partes íntimas…
Procurador – Depende da visão de cada um… Por exemplo, bico de peito é parte íntima?
Vereador – Ah é sim! Intimíssima!!
Procurador – E bico de peito de homem, também é parte íntima?
Vereador – Bem… De homem, não, só de mulher…
Procurador – As mulheres não vão achar que isso é discriminação?
Vereador – Huum… É verdade… Está certo, peito de homem também não pode.
Procurador – E piercing na língua? Pode?
Vereador – Na língua? Que coisa horrível! Também não pode!
Procurador – Mas a língua é parte íntima?
Vereador – Intimíssima!! A língua tem que ficar escondida na boca…
Procurador – E umbigo? É parte íntima?
Vereador – Intimíssima!! No umbigo também não pode.
Procurador – Outra coisa, a lei tem que definir o que é piercing…
Vereador – Todo mundo sabe o que é piercing… Diz que é uma espécie de brinco preso na pele.
Procurador – Tudo bem, eu dou um jeito… E qual vai ser a sanção?
Vereador – Nem Sansão nem Dalila, a lei vale pra todo mundo!
Procurador – Desculpe, eu quis dizer qual vai ser a multa?
Vereador – E precisa dizer isso?
Procurador – Ora, se alguém for apanhado desobedecendo à lei, qual vai ser a punição?
Vereador – Vai preso!!
Procurador – Meu vereador, nós não somos polícia para prender alguém. Temos apenas que multar…
Vereador – Há controvérsia, não há? Eu ouvi dizer que a Prefeitura tem poder de polícia…
Procurador – Polícia administrativa e não polícia judiciária.
Vereador – Bem… O senhor é que entende disso… O senhor põe aí a multa que achar melhor…
Procurador – Está certo… Vou pensar… E quem vai fiscalizar?
Vereador – Ora… A Postura, não é isso?
Procurador – Pode ser a fiscalização de posturas como pode ser a Vigilância Sanitária.
Vereador – Boa ideia! Acho melhor a Vigilância Sanitária! Esse negócio de piercing pode dar infecção, é problema de saúde!
Procurador – Me diz uma coisa, como é que a Vigilância Sanitária vai fiscalizar se alguém está usando piercing na parte íntima?
Vereador – Ora, fiscalizando esses aplicadores de piercing, pegando de surpresa…
Procurador – Está bom, está bom… Eu dou um jeito… Só isso, meu Vereador?
Vereador – Ah não! Eu tenho outro projeto de lei!
Procurador – (Meu Deus!)
Vereador – O senhor disse alguma coisa?
Procurador – Não, eu quero saber qual é o tema desse outro projeto?
Vereador – É uma lei que proíbe tirar meleca na área pública!
Desce o pano.

Fonte: Roberto Tauil, Manicômio Fiscal XIV em http://goo.gl/5ymfR

Compartilhar:

Facebook Comentários

Por opção, desde 2011, na Fiscalização de Posturas do Meio Ambiente e Urbanismo. Um ano na Fiscalização de Posturas de Serviços Gerais. Seis anos na Fiscalização de Posturas da Fazenda (Atividades Econômicas). Quase dezesseis anos na Fiscalização Tributária (ISS, IVC, Inter Vivos e taxas). Bacharel em Administração e Direito. Pós graduada em Gestão Ambiental. Fiscal de Posturas na Prefeitura de São José do Rio Preto/SP. Denominação do cargo atual: Agente Fiscal de Posturas, sinonímia Fiscal de Atividades Urbanas Coordenadora de departamento por oito anos, sendo dois anos na chefia de fiscalização. Aposentada em 2018, permanece apoiando as iniciativas de visibilidade nacional para os Fiscais Municipais.

Humor, motivacional e calendário comemorativo

Não se arrependa de nada! Você ainda vai fazer muita merda.

Publicado

em

Não se arrependa de nada! Você ainda vai fazer muita merda.

Créditos na imagem.

#FiscalDeAtividadesUrbanas

www.fiscaldeposturas.com.br

Compartilhar:

Facebook Comentários

Continue Lendo

Humor, motivacional e calendário comemorativo

Não sou perfeito!

Publicado

em

Não sou perfeito!

#FiscalDeAtividadesUrbanas

www.fiscaldeposturas.com.br

Compartilhar:

Facebook Comentários

Continue Lendo

Humor, motivacional e calendário comemorativo

Quando as coisas não andam bem na cabeça…

Publicado

em

Quando as coisas não andam bem na sua cabeça, não andam bem em lugar nenhum – por Laura Méllo.

#FiscalDeAtividadesUrbanas

www.fiscaldeposturas.com.br

Compartilhar:

Facebook Comentários

Continue Lendo

Em Alta