O Fiscal Chegou…

A relação com a fiscalização é quase sempre tensa. Para manter os ânimos nos limites da urbanidade veja as DICAS DE COMO AGIR COM A FISCALIZAÇÃO:

1. O fiscal é uma pessoa competente e preparada para cumprir o seu ofício.

2. A empresa bem preparada recebe o fiscal sem susto. A fiscalização é um dever do Estado, previsto em lei.

3. Defina um profissional para atender o fiscal. Deve ser uma pessoa preparada para evitar atritos. O fiscal está na empresa com um objetivo: ver se os documentos e os livros fiscais estão em dia e se os impostos estão sendo pagos como manda a lei.

4. Trate o fiscal de forma adequada, com educação e sem prepotência. O clima entre o fiscal e a empresa sempre será de antagonismo. O melhor é não bater boca com o fiscal.

5. Exija a identificação do fiscal. Se possível, cheque seus dados na repartição na qual ele trabalha. Não retenha nenhum documento do fiscal.

6. Seja sincero, sempre. Evite dizer um “não” taxativo ao fiscal. Se não tiver os documentos na hora, peça um prazo para entregá-los.

7. Se julgar necessário, faça uma revisão na sua contabilidade durante esse prazo solicitado para entregar os documentos.

8. Se o fiscal quiser retirar os documentos da empresa, exija um recibo detalhado de todos os documentos a serem entregues. Quando ele devolver, confira tudo novamente para ver se não falta nada. Se houver recusa por parte do fiscal em entregar o recibo, a empresa deverá encaminhar uma carta ao chefe da repartição na qual o fiscal trabalha informando: “os livros e documentos estão à disposição mediante a entrega do recibo, como manda a lei”.

9. Não se deixe intimidar diante de pedidos urgentes. Lembre-se: as atividades da empresa não podem ser paralisadas apenas para satisfazer o fiscal desejoso de “tudo para já”.

10. Se o fiscal tentar extorquir dinheiro da empresa, denuncie-o à repartição na qual ele trabalha ou, então, chame um policial para registrar a ocorrência.

Fonte: Seminário “O fiscal chegou … e agora ?”, promovido em 28.ago.2003 pela Bruno Bros Consulting em parceria com a Performance Alliott Brasil. (Folha de S. Paulo, São Paulo, 31 ago. 2003, p. B9) – http://goo.gl/Kx6jx

Veja mais dicas em https://eagorachegouumfiscal.wordpress.com/direitos-e-deveres-do-fiscalizado/

Compartilhar:

Facebook Comentários