Parabéns aos Agentes Vistores pela vitória! Que venham outras!!!

Sob o título “Vergonha nacional: Agentes Vistores impedidos de trabalhar na cidade de São Paulo” (acesse o link), esta editora mostrou sua indignação com a forma que a capital paulista trata seus Fiscais de Posturas. Pois bem, em primeira mão para quem me acompanha, a PREFEITURA VOLTOU ATRÁS. Os serviços terceirizados de veículos, limpeza e vigilância foram normalizados. Veja: “Decreto DECRETO […]

Leia mais

Vila Velha, ES: nasce uma nova Associação de Fiscais de Posturas

“Caros colegas hoje demos um grande passo para nos organizarmos e termos melhor representatividade, com a criaçao de nossa Associação a AFVV – Associação dos Fiscais de Vila Velha. Parabéns a todos que acreditaram e contribuíram para que criássemos esta associação. Tenho certeza que só temos a ganhar.”  – palavras da Fiscalização de Posturas anunciando a nova associação. PARABÉNS, FISCALIZAÇÃO […]

Leia mais

Posse da nova Diretoria da Associação dos Agentes de Fiscalização Municipal de Porto Alegre, gestão 2013-2015.

Reproduzo parte do processo eleitoral da AAFIM, até como exemplo para os demais Fiscais de Posturas de outros Municípios: ” José Fernando Godoy: Caros colegas. Gostaria de transmitir mensagem de boa sorte aos candidatos ao posto de Presidente da AAFIM, Oritz e Roberto. A Associação está em evidência, neste cenário emblemático que surgiu após as mudanças políticas, as tragédias acontecidas, particularmente […]

Leia mais

Vergonha nacional: Agentes Vistores impedidos de trabalhar na cidade de São Paulo

São Paulo dispensa adjetivos e classificações. É a maior cidade brasileira. E, se não é a pior, é uma das piores cidades para ser Fiscal de Posturas. Para cada um dos 376 Agentes Vistores na ativa há mais de 30 mil habitantes. É uma cidade de pequeno porte nas mãos de cada Fiscal de Posturas. Remuneração baixa (sem comentários um […]

Leia mais

“Fiscalzinho” você ganha o bastante para saquear o humilde ambulante?

Ganhando pouco ou muito, tanto faz, Sr. Manifestante. Fiscal tem é que realizar o efetivo exercício do poder de polícia, sob pena de incorrer em crime de funcionário. Em outras palavras, goste ou não, a população nos paga, via Administração Pública, para realizar o ordenamento urbano, tanto é que não “incomodamos” quem está regularizado. A frase está no cartaz em […]

Leia mais