Guardiãs da Cidade de São José do Rio Preto, SP

Esta que vos escreve também é uma Guardiã da Cidade e tem um imenso orgulho desta missão.

Trabalhamos, em geral, sem motorista e sem equipe de apoio. Quando necessário, pedimos auxílio pra Guarda Civil Municipal ou para a Polícia Militar, dependendo do caso (fechar ruas ou confronto).

Minha amiga de tantos anos e Fiscal, Adriana Armani, conduz a viatura no nosso plantão noturno do dia 18 de janeiro de 2014

s

Primeira parada: checar local antes de autorizar execução de música ao vivo ou por radiodifusão (olha o sapatinho da Dri, aproveita, não vai fazer apreensão, só dirigir rsrsrs).

s

Segunda parada: primeira medição, a cem metros do local com 74 decibéis… coitados dos vizinhos!!!

s

Terceira parada: posto de abastecimento. Corrigindo um problema velho: estacionamento indevido no entorno, com consumo de bebidas e som nos carros. Esvaziando a pista de abastecimento… circulando, moçada!!!

s

Madrugada do dia 19 de janeiro de 2014: cafés em uma conveniência… morrendo de cansaço!!!

s

Quarta parada: outra medição, do lado de fora da casa do confrontante

s

s

s

Outra parada: notificar pra lacração… posto as fotos quando concluirmos, desde que possa preservar a identidade e não faça parte de relatório oficial, ok?!

s

E, pra não perder o costume, apreensões dos folgados que usam espaço público pra fixar publicidade… camionete lotada, de novo!!!

s

s

s

Final de plantão, guardando a camionete.

s

E, final de noite, tomando sopa na conveniência… 5:30h do domingo.

s

 

 

Comentários

comentários