Natal, RN: Força Tarefa resgata 23 aves silvestres em feira

Republicando texto de Gustavo Szilagyi:

“Fiscais ambientais da SEMURB, fiscais de serviços urbanos da SEMSUR, agentes da polícia civil da DEPREMA e guardas municipais da GAAM apreenderam na manhã desta quita-feira, 10/04/2014, 23 aves silvestres que estava sendo comercializadas em viajantes e gaiolas na Feira Livre do bairro Planalto, zona oeste de Natal.

Durante a operação, não foram identificados os responsáveis pela comercialização das aves, e desta forma ninguém foi preso.

Segundo o Supervisor de Fiscalização de Ambientes Naturais e Biodiversidade da SEMURB, Gustavo Szilagyi, é difícil pegar os responsáveis por este tipo de crime pois os transgressores da lei nunca ficam com a “mercadoria” nas mãos. “Em geral, o traficante de animais silvestres chega cedo a feira, coloca os animais em exposição e se afasta para não chamar a atenção, se aproximando da ‘mercadoria’ apenas quando há algum interessado na compra de uma ave.

Quando eles percebem a presença da Policia ou da Fiscalização Ambiental, se evadem rapidamente do local, e fica impossível de se fazer a identificação do responsável. Nestes casos só conseguimos mesmo recuperar as aves, que a depender de seu estado de saúde, são devolvidas a natureza.” 

Szilagyi comenta ainda que para cada animal apreendido vivo, em geral outros quatro são mortos durante a captura e transporte pelos traficantes de animais silvestres.

“Temos intensificado a fiscalização das feiras livres de Natal para combater as situações de maus-tratos aos animais, bem como combater a comercialização criminosa de animais silvestres. Só neste ano, desde o inicio das operações conjuntas no mês de fevereiro, já foram apreendidos mais de 100 aves nas feiras do Alecrim, Santa Catarina, Cidade da Esperança e Planalto”, conclui.

Fonte: Fiscalização Ambiental da SEMURB

E, acrescenta Franklin Inácio Pereira: “Foram soltos vinte aves em Macaíba, as outras três foram para o aquário natal devido aos maus tratos”.

s

s

s

s

Comentários

comentários