Fiscal é agredida física e moralmente por Prefeito

Iris Tomaelo:

Olá, Magda, podemos conversar? Sou a única editora do www.fiscaldeposturas.com.br

Magda:

Olá, colega, podemos sim.

Iris Tomaelo
Estou horrorizada com a agressão que você sofreu.
Magda:
Viu só que absurdo! Como soube?
Iris Tomaelo:
Sim, vi. Eu já tinha visto, todos os dias procuro notícias sobre nós, Fiscais de Posturas. Há algum impedimento quanto a eu divulgar a agressão?
Magda:
Acho que não, toda a história já está divulgada na mídia, até as fotos e o vídeo.
Iris Tomaelo:
Quantos anos você tem de casa?
Magda:
Trabalho há dez anos na Prefeitura do Município de Santo Antônio do Descoberto, Goiás. No cargo de Fiscal, há seis meses.
Iris Tomaelo:
Por que? Você não prestou concurso para Fiscal?
Magda:
Entrei na Justiça para assumir o cargo.
Iris Tomaelo
Nessa, que história. Então, o Prefeito já estava entalado com vocês?!A decisão judicial que vocês têm já é definitiva?
Magda:
Fizemos o concurso de 2011. Apesar de não exigir nível superior, quem não é pós graduado está estudando, por conta do Plano de Cargos e Salários. O salário de Fiscal aqui não é tão ruim. Isto garante meios pra gente se qualificar. Ser mais crítico acaba fazendo parte.
Iris Tomaelo
Entendo isto, os Prefeitos querem uma Fiscalização qualificada, mas têm dificuldade de lidar no dia a dia com essa gente que conhece seu papel e só age dentro da lei. Todo Prefeito tem uma relação de amor e ódio com sua Fiscalização rsrsrs. Quantos vocês são em Posturas, sem contar os Tributários?
Magda:
Com os 9 Fiscais que como eu entraram na Justiça, somos 30. Mas, atendemos todas as áreas.
Iris Tomaelo
Sua Fiscalização é informatizada? Vocês usam veículos próprios ou viaturas? Vocês têm produtividade?
Magda:
Sim, temos sistema informatizado, alimentado pelos Fiscais. Temos uma viatura apenas, mas todos a usam. Nossa Gratificação é de 300 por cento.
Iris Tomaelo
Eita, gratificação não costuma incorporar, ruim pra aposentadoria e afastamentos. Seu chefe é Fiscal?
Magda:
Sim, e ele é fera.
Iris Tomaelo
Que atitude vocês tomaram?
Magda:
Estamos tomando todas providências cabíveis. Registramos Boletim de Ocorrência na delegacia. Denunciamos ao Ministério Público e entregamos uma carta de repúdio assinada por todos os Fiscais. Mandamos emails para os Direitos Humanos e Ministério do Trabalho.

Iris Tomaelo:
Tem muita gente passando os mesmos perrengues que vocês passaram. Na maioria das vezes, a confusão é com os fiscalizados, muitos Fiscais já recebem até Adicional de Risco. Mas, vira e mexe, a coisa toda também acontece com os que têm a obrigação de nos apoiar e defender. Como você se sente?
Magda:
Eu estava no exercício das atribuições do meu cargo público. Fui agredida física e moralmente, enquanto estava legitimamente trabalhando. Por si só, isto já seria uma situação extrema se houvesse ocorrido em local fechado. Mas, foi mais grave. Foi uma agressão enquanto eu estava na pista de abastecimento de um posto de revenda de combustíveis, um local aberto, com acesso franqueado ao público. E, pior, fui agredida pelo meu patrão, a mais alta autoridade do Município, o Prefeito. Fui, e continuo me sentindo, vítima de constrangimento em situação vexatória diante da sociedade, dos meus amigos e dos meus familiares. É um sentimento de perda de autoestima, sinto-me inferiorizada, ridicularizada.
Iris Tomaelo:
Entendo a humilhação que você está passando. Mas, não compreendo a atitude do seu Prefeito. Se ele tivesse comparecido ao local e desautorizado a ação fiscal, ele estaria prevaricando ou, na melhor das hipóteses, sua conduta poderia ter sido tipificada como exercício arbitrário das próprias razões ou advocacia administrativa. Mas, agressão física e moral? Isto ultrapassa qualquer limite imaginável, nada pode lhe servir como atenuante, só vejo agravantes. Faltaram civilidade, urbanidade, decoro.
Magda:
Ainda estou em estágio probatório, tenho medo de ser mandada embora, ser perseguida ou forçada a desistir de ser Fiscal. Temo que tudo se reverta e eu seja desacreditada, que acabe levando a culpa, que acabe sendo acusada de ter dado justo motivo à agressão.
Iris Tomaelo
Magda, eu pedi para falar com você e, agora, peço sua permissão para divulgar esta nossa conversa, porque acredito que calar pode ser pior. Sei que você está fragilizada. Pra não dizer que, com tamanha campanha pra denunciar a violência contra mulher, você foi agredida por um homem. Isto desestabiliza qualquer uma. É preciso que você não se cale, por você, por sua família, por seus amigos, por todos os outros Fiscais, daí e do resto do país, e, principalmente, que você não se cale pela sociedade. Não é você quem deve temer.
Magda:
Acho que você pode divulgar o que nós conversamos, não modifica os fatos, nada foi sigiloso e tudo já está na mídia.
Iris Tomaelo
Posso publicar sua foto?
Magda:
Sim.
Iris Tomaelo
Obrigada, Magda.
Magda:
Obrigada, amiga, fica com Deus. Bjs.
Iris Tomaelo
Amém, amiga, permaneça com Ele. Bjs.

s
O prefeito Itamar Lemes do Prado (PDT) de Santo Antônio do Descoberto(GO), acaba de se envolver em uma grande confusão. Na tarde deste sábado (24/5/14), por volta das 15h30m ele agrediu uma funcionária da Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Descoberto(GO), no interior do posto Pit Stop, na avenida Goiás, no centro da cidade.
s

De acordo com as informações, a funcionária agredida, Magda Cristina, que trabalha como fiscal de postura, estava fazendo seu trabalho, pois existe uma obra irregular sendo feita no posto Pit Stop.

Ela estava no local tirando fotografias para fazer a ocorrência, quando foi surpreendida pelo prefeito, que a agrediu dando um forte tapa em seu braço, com este tapa o celular da vítima caiu ao chão, o prefeito rapidamente tomou posse do celular e apagou todas as fotos.

Depois ainda ameaçou a servidora de exoneração, cabe aqui dizer que a servidora é concursada.

Este prefeito está se achando o dono da situação, querendo ser muito autoritário, um grande DITADOR.


E tem a mesma notícia em:

http://tvcmn.com.br/prefeito-agride-servidora-publica/

http://crisoliveiralves.wordpress.com/2014/05/29/prefeito-itamar-perde-a-cabeca-e-agride-funcionaria-publica-com-um-tapa/



Olhem a recente denúncia de perseguição, Magda tem mesmo o que temer: https://www.youtube.com/watch?v=srlDTp1eVAY

Comentários

comentários