Como Mossoró, RN (des)cuida dos seus Fiscais Ambientais

26/11/14 - Mossoró, RN: 81 dias de greve dos Fiscais ambientais
26/11/14 – Mossoró, RN: 81 dias de greve dos Fiscais ambientais

Na manhã de ontem, fiscais ambientais e urbanísticos da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) foram ao Palácio da Resistência para solicitar informações sobre a pauta de reivindicações, que tem como ponto principal a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria. Os profissionais estão em greve há 81 dias.

Os fiscais ambientais foram recebidos pelo secretário-chefe do gabinete do prefeito, Sebastião Almeida, e pelos titulares das secretarias da Transparência, Luiz Antônio Costa; e de Meio Ambiente e Urbanismo, João Gentil. Na ocasião, a categoria cobrou detalhes sobre o PCCR e condicionando o fim da greve à apresentação do projeto que cria o plano.
O secretário da Transparência, Luiz Antônio Costa, informou que os ajustes no PCCR da categoria já foram concluídos e o documento será detalhado pelo prefeito em uma reunião a ser agendada com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) e os fiscais. No entanto, não definiu a data.
Luiz Antônio explica que a comissão que estava acompanhando a formulação do PCCR dos agentes foi formada em 2013, na gestão anterior, e por isso precisou ser reformulada.
A presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha, reclama da morosidade da prefeitura em dar uma resposta sobre o Plano de Cargos dos fiscais ambientes e de urbanismo. “A negociação não anda. Foi formada uma comissão, disseram que o plano já estava pronto, mas precisava de ajustes e o município não nos informa nada, não apresenta a proposta”, declarou.
Caso o Plano de Cargos, Carreiras e Salários seja aceito pela categoria sem nenhuma alteração, ele será enviado pelo Executivo para apreciação da Câmara Municipal no início de 2015. Aprovado no Poder Legislativo, o projeto começará a vigorar, segundo Luiz Antônio Costa, em março do próximo ano.

Fonte: FM Resistência – Igor Jadson – Jornal O Mossoroense

A falta de propostas tem causado revolta entre os profissionais dessa categoria que é composta por apenas 14 profissionais no município.

Com a paralisação, vários serviços realizados pelos profissionais como a realização de vistorias e emissão de laudos técnicos em obras no município vem sendo prejudicado. No entanto uma grave denúncia foi feita esta semana por alguns fiscais atestando que pessoas com cargos comissionados e sem qualquer responsabilidade legal estariam emitindo laudos de forma irregular.

Uma das denuncias dão conta de que um profissional em cargo comissionado que possui interesses particulares e relações estreitas com empresários do setor de construção civil estaria realizando de forma irregular atribuições atribuídas por lei à profissionais efetivos. As denuncias carecem de sérias investigações do Ministério Público.

O Sindiserpum aguarda a realização de mais uma reunião para discutir na próxima semana com envio de uma nova proposta conforme foi informado por membros do governo municipal.

Fonte: Sindiserpum, quando a greve já estava com 61 dias


 

Vejam o vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=A8xhcRaF1yc#t=123

26/11/14 - Mossoró, RN: Fiscais em greve se reúnem com secretários municipais e aguardam proposta
26/11/14 – Mossoró, RN: Fiscais em greve se reúnem com secretários municipais e aguardam proposta

 

Comentários

comentários