Os eternos vendilhões do templo

Vendilhões
Fiscalização de Aparecida, SP

O setor de fiscalização da Prefeitura continua trabalhando para garantir que os ambulantes devidamente cadastrados na Feira Livre de Aparecida não sejam prejudicados por ambulantes clandestinos e irregulares.Durante o feriado da Padroeira os fiscais fizeram algumas apreensões de mercadorias em conjunto com a Guarda Municipal e a Polícia Rodoviária Federal. Cerca de 700 camisetas de vendedores irregulares oriundos da cidade de Guarulhos foram apreendidas na BR 488.

Fonte: http://www.jornaldeguara.com.br/fiscalizacao-apreende-materiais-de-vendedores-clandestinos-na-feira-de-aparecida/


16/10/2015 - Aparecida do Norte - Vendilhões:

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Os vendilhões do templo

Era semana do dia 12 de outubro. A notícia de movimento intenso em Aparecida já ecoava forte pelos quatro cantos da cidade.

Nesse tempo, muita gente desembarca na cidade nem tanto para agradecer a Santa por alguma graça alcançada. Existem infiltrados no meio desse mundaréu de gente pessoas que vem pedir esmolas e outros para vender suas mercadorias.

Foi assim que mãe e filha cresceram os olhos no movimento d’Aparecida. A mãe vivia de vender salgados. Fazia encomendas de bolos, doces e tudo mais. A filha, sempre antenada e conectada nos acontecimentos, soube da notícia:

“Aparecida espera mais de 200 mil pessoas na festa do dia 12 de outubro”.

E encorajou a mãe a vir com ela pra terra da Padroeira do Brasil vender seus quitutes.

Viraram a noite fazendo as coxinhas e empadinhas deliciosas, ao gosto do freguês. Encheram também um cooler com suco de fruta bem gelado. Tomaram o ônibus bem cedo rumo a Aparecida para angariar o dinheiro dos romeiros.

De Lorena até Aparecida levaram alguns minutos. Vieram agradecendo ao senhor pela oportunidade.

Aqui chegando, antes de laçar o primeiro freguês que pudesse saborear as guloseimas, deram de cara com dois fiscais da prefeitura que sem mais delongas recolheram toda a cheirosa mercadoria.

Entre choro e decepção as duas tiveram ainda que acompanhar os dois até o posto de fiscalização para resolver aquela pendenga por querer vender sem licença no centro comercial da cidade.

O prejuízo com tudo que perderam ainda pôde ilustrar a consciência da crença.

Não contaram com o poder, a força e a fúria contemporânea dos fiscais que durante todo o resto do dia ainda expulsaram outros vendilhões do templo pela cidade…

Fonte: http://luciomdiastextos.blogspot.com.br/

rte - Vendilhões (só pen drives):

Comentários

comentários