Conecte-se conosco

Editorial

Nota de repúdio ao vereador Ivanilson Marinho

Publicado

em

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota de Repúdio

Em respeito à categoria dos Fiscais de Atividades Urbanas (FAUs) do País, venho a público manifestar meu repúdio ao constrangimento imposto aos Fiscais de Posturas e Edificações do Município de Gurupi, Tocantins, pelo vereador Ivanilson Marinho.

É inadmissível que um FAU sofra qualquer constrangimento ilegal em decorrência das suas atribuições típicas e exclusivas no exercício efetivo e regular do poder de polícia administrativo.

É inaceitável que um representante do próprio Estado constranja seus agentes durante o horário trabalho e em sua decorrência.

A imensa maioria dos FAUs, como qualquer cidadão brasileiro, age com ética e respeito no seu trabalho. São profissionais honrados, com alma pública, que buscam assegurar a harmonia na convivência urbana.

É frustrante saber que, para ganhar seu sustento e de suas famílias, doravante os profissionais da Fiscalização de Posturas de Gurupi, TO, terão que se acautelar sobremaneira, tendo em vista que, silente a Prefeitura local, corroborada está toda e qualquer constrangimento praticado aos seus Fiscais de Posturas e Edificações.

O serviço público no Brasil não é mais lugar para omissões e perseguições, ainda mais advindas de quem tem por dever de ofício ser um gestor de plantão e daqueles a quem pretende proteger, em detrimento da valorização da conduta proba dos seus servidores.

A população de bem rejeita condutas desequilibradas. Na minoria, que faz parte da mesma categoria ordinária e rasteira do infrator, estão os que a ele manifestam seu apoio, acostumados ao “jeitinho” e à “carteirada” – gente dada a tolerar infrações e contravenções desde que possa tirar proveito próprio. O aplauso só vem de quem se beneficia do caos.

Aos Fiscais de Posturas e Edificações, submetidos a constrangimento, fica aqui o meu mais profundo repúdio pela agressão tão injustamente sofrida.

Sem FAU a cidade vira um caos.

Respeito ao FAU!

Iris Tomaelo

Editora em www.fiscaldeposturas.com.br

13 de maio de 2.020


Para entender o caso

Gurupi, Tocantins.

No  dia 11 de maio, o Vereador Ivanilson Marinho publicou vídeo no Facebook com legenda de “DENÚNCIA”.

Observe bem o print abaixo, veja que na mesma linha do termo “denúncia”, em igual destaque, está o logotipo identificando o Vereador Ivanilson Marinho… mais apropriado para uma campanha eleitoral (antecipada?).

Ainda observando o print abaixo, veja que o Ivanilson Marinho, na apresentação do vídeo, alega que “falta de humanidade, bom senso”  e pede que o Prefeito “devolva os produtos” aos ambulantes, que, segundo ele, Vereador, foram tratados com “falta de respeito”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja o vídeo em questão aqui, publicado por www.atitudeto.com.br  e replicado no respectivo canal do youtube sob o título Vereador Ivanilson Marinho sai em defesa dos vendedores ambulantes.


Esta é a Nota de Repúdio expedida pelos Fiscais

Força, Fiscais, o período eleitoral começou!!!

Compartilhar:

Por opção, desde 2011, na Fiscalização de Posturas do Meio Ambiente e Urbanismo.Um ano na Fiscalização de Posturas de Serviços Gerais.Seis anos na Fiscalização de Posturas da Fazenda (Atividades Econômicas).Quase dezesseis anos na Fiscalização Tributária (ISS, IVC, Inter Vivos e taxas).Bacharel em Administração e Direito. Pós graduada em Gestão Ambiental.Fiscal de Posturas na Prefeitura de São José do Rio Preto/SP.Denominação do cargo atual: Agente Fiscal de Posturas, sinonímia Fiscal de Atividades UrbanasCoordenadora de departamento por oito anos, sendo dois anos na chefia de fiscalização.Aposentada em 2018, permanece apoiando as iniciativas de visibilidade nacional para os Fiscais Municipais.

Em Alta